Assembleia Legislativa · 5 de abril de 2021

Vamos expor todos os nomes irregulares com cargos na ALEPI e precisamos do seu apoio para nosso trabalho continuar.

A Assembleia Legislativa possui mais de 5.500 servidores. Na folha de pagamento, no entanto, não consta os nomes dos servidores, mas apenas seus CPFs – essa é uma forma de encobrir possíveis investigações sobre cargos dados para filhos, parentes, esposas dos deputados. Essa não será uma barreira para o nosso trabalho.

O Piauiense irá analisar – com a ajuda dos seguidores – TODOS os CPFs que constam naquela lista: vamos analisar número por número e expor quem tiver ligações políticas, como já expomos os nomes de Wilson Martins, Zé Filho, Lucas Pereira, Kleber Eulálio entre outros.

Se a justiça se recusa a fazer o seu trabalho de cumprir a lei na Assembleia Legislativa, nós abriremos a caixa preta à força, sem a ajuda das autoridades incompetentes.

Precisamos, para isso, de sua ajuda. Nosso trabalho NÃO TEM UM CENTAVO DE DINHEIRO PÚBLICO. Os meios de comunicação que vivem de dinheiro público estão fazendo ataques ao nosso trabalho, pois eles querem proteger suas fontes de renda.

Apoie O Piauiense. Faça uma contribuição para que possamos continuar. Temos 23 mil seguidores, mas pouco mais de 30 pessoas apoiam financeiramente nosso trabalho. Tudo é feito apenas com esse dinheiro.

Compre um ponto da nossa rifa por R$ 25 enviando um PIX para petrusem@gmail.com ou faça uma contribuição de qualquer valor.

Você também pode fazer uma assinatura mensal a partir de R$ 10 no site www.apoia.se/piauiense

Essa página só existe com a sua contribuição. Sem ela, nosso trabalho irá parar! Apoie-nos! Muito obrigado.