Floriano · 13 de abril de 2022

TCE altera objeto de contrato de patrocínio de time de Floriano

Após denúncia feita por O Piauiense de que o time de futebol Corissabá, da cidade de Floriano, receberia mais de R$ 300 mil para patrocínio do Governo do Estado para participar de campeonatos que ele não estava classificado, o TCE alterou o objeto do contrato.

Onde havia Copa do Brasil e Copa Nordeste, campeonatos que o Corissabá não irá participar, agora se vê apenas Campeonato Piauiense.

Na outra imagem é possível conferir que a data da alteração é 13/04/22 às 13:53, ou seja, após a nossa publicação, feita ao meio dia do dia 13.

Não faz sentido, no entanto, manter o valor estratosférico de R$ 364.114,40 para participar apenas do Campeonato Piauiense.

O Corissabá é um time que está lutando contra o rebaixamento, o que justifica tanto dinheiro para um time que não irá dar nenhum retorno para esse patrocínio governamental?

É vergonhoso que uma característica básica de um patrocínio do governo tenha passado “despercebido” pelo tribunal que tem como dever averiguar esse tipo de gasto público. O Corissabá iria ser beneficiado com um objeto de contrato falso, com a autorização do Tribunal de Contas do Estado.