Robert Rios não quer pagar diárias de PMs de folga

Na postagem anterior, mostramos um áudio em que Robert Rios reclama do pagamento de diárias para Policiais Militares. O vice-prefeito disse que a obrigação dos pagamentos é da PM e não da prefeitura.

Esses pagamentos de diárias dizem respeito a um contrato firmado ainda na gestão de Firmino Filho em que a Prefeitura de Teresina pagava diárias para policiais militares em seus horários de folga para reforçar a segurança em alguns pontos da cidade.

Os locais acordados eram terminais de ônibus e corredores de ônibus, rodoviária e aeroporto e mercados públicos do Mafuá, São Joaquim e Mercado Central.

As diárias custam R$ 150 de segunda a quinta e R$ 200 de sexta a domingo.

O contrato tem um valor total de 7 milhões, setenta e sete mil reais.

CLIQUE AQUI E BAIXE O CONTRATO ENTRE PREFEITURA DE TERESINA E POLÍCIA MILITAR