Rafael anuncia novas viaturas e, novamente, elas não resolvem o problema

Quem se lembra de Wellington Dias anunciando, em fevereiro, a adição de 300 novas viaturas (que depois viraram 246) aos veículos da Polícia Militar do Piauí? Após esse anúncio, a Segurança Pública não mudou absolutamente nada.

O motivo disso é que há déficits gravíssimos na Segurança Pública do Piauí que vai muito além da falta de veículos: recentemente, denunciamos que a Polícia Civil e a Polícia Militar estão com problemas de falta de combustível para as viaturas e muitas estão paradas por essa razão.

Mas não para por aí: o Piauí possui pouco mais da metade do contingente recomendado – enquanto são cerca de 5.500 policiais, muitos desses em serviços administrativos ou fazendo a proteção de prédios públicos, a quantidade determinada por lei é de 11 mil.

O anúncio de Rafael de que serão entregues mais 50 novas viaturas é mais uma das medidas populistas e eleitoreiras que, na prática, não terão efeito nenhum na diminuição da criminalidade no Piauí.