Justiça · 8 de maio de 2021

OAB disse alguma coisa sobre transações penais abusivas em Simplício Mendes? Claro que não

Na última semana, mostramos uma transação penal abusiva e constrangedora que aconteceu no município de Simplício Mendes, onde algumas pessoas foram expostas ao ridículo de terem que ficar em pé, 1 hora por dia durante 30 dias, com um cartaz sobre COVID. O crime? Terem desobedecido as medidas restritivas da prefeitura.

Esperamos alguns dias para a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-PI) se pronunciar repudiando o caso – até agora, nenhuma palavra de um ataque a dignidade humana com o aval da Justiça de Simplício Mendes.

A OAB não defende advogados e nem a sociedade – ela defende seus interesses obscuros e que, muitas vezes, atentam contra a própria população.

Vale lembrar como a OAB saiu em defesa do pichador conhecido como Palestino, responsável por centenas de atos de vandalismos e destruição de patrimônios por toda Teresina.

Outro caso importante foi sobre os CPFs Premiados: passados mais de mês que havíamos iniciado as denúncias, a OAB só se pronunciou após mostrarmos que o irmão do presidente do órgão também tem um CPF Premiado.

Essa é a vergonhosa OAB do Piauí.