MP pede exoneração na ALEPI de cunhadas de Themístocles Filho

O Ministério Público, através da 42ª Promotoria de Justiça de Teresina, entrou com uma ação judicial determinando a exoneração das três irmãs de Ivanária Sampaio, esposa de Themístocles Filho, que são assessoras parlamentares na Assembleia Legislativa.

O promotor Chico de Jesus, responsável pelo caso, afirmou na ação que Sheila Nascimento Alves, Gilvanaria do Nascimento Alves e Lucilene do Nascimento Alves também são funcionárias fantasmas. Sheila e Lucilene residem em Luzilândia e Gilvanaria em Brasília.

Além do nepotismo, já que Themistocles jamais poderia ter nomeado suas cunhadas, elas nunca foram trabalhar.

Faça o download da ação

O caso das cunhadas de Themístocles foi denunciado por O Piauiense no início do ano quando divulgamos a folha de pagamento completa da Assembleia Legislativa. As irmãs estão na folha de pagamento desde 2013, quando Themístocles já era o presidente da casa.

Segundo a ação, elas acumularam, respectivamente, as quantias: GILVANARIA DO NASCIMENTO ALVES – R$ 214.025,45 (duzentos e quatorze mil, vinte e cinco reais e quarenta e cinco centavos); SHEILA DO NASCIMENTO ALVES – R$ 163.057,25 (cento e sessenta e três mil, cinquenta e sete reais e vinte e cinco centavos); LUCILENE DO NASCIMENTO ALVES SOUSA – R$ 93.396,31 (noventa e três mil, trezentos e noventa e seis reais e trinca e um centavos).

O valor total da causa é de R$ 470.479,01.