Assembleia Legislativa / Justiça / Teresina · 5 de maio de 2021

Ministério Público do Piauí notifica Themistócles Filho sobre abertura de investigação e solicita mais documentos para O PIAUIENSE

A 42ª Promotoria de Justiça, através de despacho realizado pelo promotor Chico Jesus, enviou notificação para o presidente da Assembleia Legislativa, Themístocles Filho, para que dê explicações sobre o caso que ficou conhecido como Escândalo dos CPFs Premiados.

Além disso, a promotoria solicitou que o jornalista responsável pelo O Piauiense, Petrus Evelyn, enviasse todas as documentações que possam ser adicionadas às investigações do Ministério Público.

O Escândalo dos CPFs Premiados é um casos mais graves de pagamentos irregulares feito pela Assembleia Legislativa. Jornalistas como Lucas Pereira e Péricles Mendel acumulando diversos cargos públicos, a mãe do secretário Adolfo Nunes, que faleceu em setembro, e recebeu por vários meses e até mesmo um ex-funcionário de Themístocles Filho que era pago com dinheiro público como comissionado pela Assembleia Legislativa.

Há, no entanto, muito mais casos – muitos deles podem ser melhor investigados pelos promotores e as ferramentas disponíveis pelo poder público do que por nossa página.

Enviaremos todos os documentos que possuímos o quanto antes e ficaremos atentos a todo o processo dessa que pode ser uma das investigações mais importantes para a sociedade piauiense.