Corrupção / Dinheiro público · 8 de julho de 2021

Em 2014, marido e enteado da Flora Izabel foram presos com dinheiro. Promotor afirmou que era para comprar votos no interior

Em 2014, Sandro Borges Alves e Alexandre Assunção Lacerda Borges, marido e enteado da deputada Flora Izabel, foram presos em São Raimundo Nonato com R$ 11 mil. A prisão em flagrante foi efetuada pela Polícia Federal.

O dinheiro estava dividido em 5 malotes com os nomes de 5 cidades: Várzea Branca, Guaribas, São Lourenço, Dirceu Arcoverde e Capitão Gervásio Oliveira. Todas as notas eram de R$ 50,00.

Segundo o promotor eleitoral Antonio César Gonçalves Barbosa todas as circunstâncias levam a crer que eles saíram de Teresina para comprar votos no interior.