Crimes de Jeová Alencar já levou outro presidente da Câmara a ser cassado

Em 2008, o vereador José Ferreira – pai do vereador eleito Vinício Ferreira – teve seu mandato cassado enquanto era presidente da Câmara após uma liderança ser presa com dinheiro e transportando, ilegalmente, eleitores. O crime eleitoral foi notícia nacional. Em 2020, no dia 15 de novembro, uma liderança ligada a Jeová Alencar – o atual presidente da Câmara de Vereadores – foi preso com dinheiro para compra de votos e também realizando transporte ilegal de eleitores. Exatamente os mesmos crimes.

Qual é a diferença entre os dois casos? Até o momento, apenas que Jeová não perdeu o seu mandato e, com a justiça mais amordaçada do que era em 2008, nunca chegará a perder.

Já José Ferreira conseguiu voltar ao poder através do seu filho, Vinício Ferreira, que processou a página O Piauiense para que tirássemos uma informação a respeito de suas ações nas eleições 2020.

Jeová está tão preocupado com a polícia que até mesmo abriu uma denúncia na Delegacia contra O Piauiense – é o crime reclamando de quem o investiga e a polícia acatando esse tipo de investigação ridícula e fechando os olhos para o criminoso.

Atualmente, Jeová Alencar é presidente da Câmara (foi eleito com os votos de quase todos os vereadores, tendo apenas uma abstenção) e será candidato a deputado estadual com as mesmas práticas criminosas que o reelegeu vereador em 2020.

Tudo isso sem que a Justiça e o Ministério Público o incomodem em momento nenhum.

O crime compensa e recompensa no Piauí.