Assembleia Legislativa / CMT · 2 de maio de 2021

Assembleia Legislativa também não atualiza CPF’s premiados depois de abril: Mês que começamos denúncias

Além da Câmara de Vereadores, a Assembleia Legislativa não atualiza as folhas de pagamento dos comissionados desde março – as denúncias dos CPFs Premiados se iniciaram em abril.

Já mostramos aqui que há uma movimentação dentro da casa para fraudar as folhas de pagamento antigas. Um caso citado é o de Lucas Pereira, que acumulou cargos até abril. Lucas apresentou o pedido de exoneração em FEVEREIRO, mas só foi aceito em ABRIL – com efeitos em março. Uma demonstração de que tanto Lucas como a Assembleia tentaram fraudar a folha de pagamento.

Essa demora também revela que, possivelmente, outros nomes mostrados aqui estão sendo manipulados, dentro da folha de pagamento, para que as “denúncias” sejam corrigidas.

Esse é o problema com a demora nas investigações do Ministério Público: quanto mais tempo passa, mais tempo Themístocles e seus comparsas podem adulterar documentos para enganar a justiça.

Vale lembrar, mais uma vez, que não fornecer documentos PÚBLICOS é crime de improbidade administrativa. Estamos em julho – já entramos no terceiro mês que a Assembleia Legislativa esconde informações da população. O crime com o aval de vários órgãos fiscalizadores.