Análise da gestão de Joel Rodrigues, prefeito de Floriano

Iniciamos hoje uma série de análises sobre os prefeitos do interior do Piauí. Para começar, falaremos sobre o prefeito de Floriano, Joel Rodrigues.

Joel iniciou como um assistente do ex-prefeito Manoel Simplício, sendo a ponte entre a gestão e a população. Mas, ele não ficou muito tempo nesse cargo, pois tinha ambições maiores.

Com a proximidade com a população por conta do cargo, Joel conseguiu apoio e ganhou para vereador em 1992. Ele sempre vendeu a ideia de ser uma pessoa de origem simples – e aproveitando a eleição de Lula em 2002, ele se elege prefeito de Floriano em 2004.

Ambicioso, Joel sempre colocou sucessores fracos para disputar em seu lugar, para não ofuscar seu nome na cidade. Conseguiu se tornar deputado em 2015 (suplente) e se elegeu, novamente, prefeito de Floriano em 2016.

Como prefeito, teve uma administração medíocre e bastante criticada. Locais importantes da cidade como o Cais no Rio Parnaíba e outros foram abandonados e viraram ponto de usuários de drogas. A cidade, uma das mais importantes do sul do Piauí, desenvolveu-se pouco em seus mandatos. A saúde pública foi esquecida, prédios turísticos estão em ruínas e a cidade é cada vez mais evitada por moradores devido ao pouco desenvolvimento.

Em sua gestão, a folha de pagamento da prefeitura explodiu para abrigar aliados e lideranças, especialmente aquelas ligados a vereadores que se submetem, sem resistência, ao seu projeto de poder.

Um de suas últimas medidas polêmicas antes de deixar o cargo é vender vários prédios públicos sob manifestações contrárias da população.

Joel tem a fama de traidor a seus aliados políticos e está sempre em busca de crescer de forma oportunista: conseguiu ser aliado de JVC, mas abandonou o ex-senador. Depois se aliou com Ciro Nogueira e, mesmo depois do rompimento de Ciro com Wellington Dias, manteve um jogo duplo com os dois políticos, esperando quem oferecia mais por seu apoio.

Joel pensa muito em política e negociatas e pouco na cidade e seus problemas. Oportunista, ele quer crescer a todo custo – inclusive sacrificando o desenvolvimento da cidade que o elegeu.

E você, qual sua opinião sobre Joel Rodrigues, prefeito de Floriano?