Eleições 2022 · 11 de abril de 2022

A hipocrisia de Rafael Fonteles em relação ao preço do gás de cozinha

A hipocrisia de Rafael Fonteles em relação ao alto custo do gás chega ao ponto de ser constrangedora.

No Piauí, paga-se 17% de ICMS no gás de cozinha – que é o imposto estadual, de responsabilidade do Governo de Rafael Fonteles.

No ano passado, o Governo Federal chegou a zerar o PIS/Cofins (impostos federais) sobre o gás.

Mas, para anular esse corte, os governos estaduais AUMENTARAM os impostos estaduais. Tudo ratificado pelo Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz), que tinha Rafael Fonteles como presidente.

Vamos lembrar que uma das propostas de mudanças no ICMS foi de fazer a cobrança do imposto estadual sobre o preço inicial do produto, que é muito menor, ao invés do preço final, que acaba acarretando em bitributação, quando um imposto é cobrado sobre outro imposto.

Wellington Dias foi totalmente contra essa mudança na cobrança e iniciou uma verdadeira batalha judicial para impedir que isso ocorresse – uma medida que DIMINUIRIA o peso dos impostos e, consequentemente, o preço dos produtos.

Agora, responda, Rafael: o que o Governo do Estado fez, até hoje, para suavizar os altos preços do gás de cozinha?