Geral · 18 de maio de 2021

Unidade de Pronto Atendimento e Policlínica de Floriano: quase um ano de atraso nas obras

Em março, O Piauiense denunciou que a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e a Policlínica de Floriano estava com quase 1 ano atrasadas, segundo promessa do governador Wellington Dias. Dois meses depois e nada mudou na obra.

O objetivo do governador é que as obras não sejam concluídas muito antecipadamente, o que poderia acabar desassociando com o trabalho do seu candidato, Rafael Fonteles, e de candidatos a deputado da região sul do Piauí, que podem ganhar votos com a obra – um deles sendo o deputado estadual, Francisco Costa. O governador deve acelerar a conclusão das obras mais próximo do período eleitoral.

Floriano é um dos polos de saúde do sul do estado e, por conta disso, o hospital regional Tibério Nunes acaba por não ter estrutura suficiente para atender a alta demanda de diversas cidades próximas de Floriano.

Sem nenhuma UPA ou Policlínica em Floriano, o hospital fica mais lotado e a população tem mais dificuldade no acesso à saúde – infelizmente, a politização na saúde pública é um dos mais lamentáveis comportamentos da politica piauiense.