STF irá decidir sobre ideologia de gênero nas escolas​ em novembro.

Ideologia de Genero

No dia 11 de novembro de 2020, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Edson Fachin, estará a frente do da Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) 5.688 apresentada pelo PSOL (Partido Socialismo e Liberdade). A ADI feita pelo partido tem a finalidade de impor a obrigatoriedade do ensino da Teoria de Gênero no currículo escolar.

Sim, é isso mesmo que você leu, Supremo Tribunal Federal (STF) irá analisar uma proposta que em tese é pra ser função do Ministério da Educação nas suas bases curriculares, mas como no Brasil tudo é invertido, os cientistas da nova era vestidos de toga preta, irão analisar uma proposta feita pelo PSOL que é um partido socialista e apoia ideais ligados a Che Guevara (sim isso mesmo, o cara que matou homossexuais).

A ideologia de gênero em resumo é uma noção sociológica que entende que as diversas manifestações sexuais (heterossexual, homossexual, transsexual..) são moldadas por “constructos” sociais, ou seja por influência da sociedade. Se o a criançx aprender a usar azul, carrinho, bola, e os pais falarem “esse vai ser forte”, a criançx passa a ser homem. Como diz uma velha frase da famosa feminista Simone de Beauvoir: “Ninguém nasce mulhertornase mulher”. E nesse sentido busca-se alternativas nos estudos de gênero para quebrar esse tabu dicotômico opressor da sociedade machista religiosa e assim melhorar a convivência social de pessoas com gêneros diversos.

O erro é obvio ao se constatar que tal ideologia não tem amparo nenhum nas ciências naturais, pelo contrário, os teóricos(as) dessa teoria como Margaret Mead foram amplamente desqualificados por causa de dados falsos e refutados completamente nas universidades de grande destaque, Simom Bahon Cohen, Simon Lavey, Anne Campbell, Trond Diserth, Richard Lippa são apenas alguns cientistas que destruíram essa teoria.

Assim como o marxismo, muitas dessas loucuras ideológicas estão descendo goela abaixo sob as crianças e jovens em âmbito de educação pública, é interessante notar que se fosse a teoria da terra plana sendo posta nas escolas, os socialistas seriam os primeiros a dizer que não tem amparo científico, mas como é algo que envolve dinheiro e ideologia, os estudos de gênero vão sendo pouco a pouco inseridos nas escolas e sutilmente sendo aprovados nos mais diversos mecanismos políticos.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *