Governo do Estado · 27 de novembro de 2021

Sogro de Rafael Fonteles ganhou R$ 100 milhões em licitações com o Governo desde 2015

Rafael Fonteles assumiu a Secretaria de Fazenda em 2015. A partir de 2016, os contratos com a construtora SOMA, de propriedade de Araujinho, seu sogro, se tornaram cada vez mais frequentes.

De 2016 para 2019, foram 6 contratos milionários apenas com o Departamento de Estradas de Rodagem (DER), atualmente sob controle de Castro Neto, que também tem privilegiado as empresas de sua família, a Construtora Jurema e a Construtora Icaraí.

Nesse período, foram R$ 97.528.371,62 direcionados para a empresa de Araujinho, desrespeitando um dos princípios da Administração Pública que é impessoalidade.

Araujinho, como sogro de Rafael Fonteles, um dos principais nomes do Governo do Estado, jamais poderia ser o escolhido para fazer essas obras. Muito menos durante o PRÓ-Piauí, na qual o próprio Araujinho é um dos coordenadores e, ainda assim, está sendo o selecionado para realizar obras no sul do Piauí.

Como O Piauiense já demonstrou, os contratos de Araujinho não param por aí: obras diversas, alugueis de prédios e até mesmo o seu shopping foi agraciado, em Picos, com vários pontos alugados pelo Governo do Estado.

Estamos sustentando a família de Rafael Fonteles com dinheiro público.