O que é O Piauiense? De qual lado nós estamos?

Os meios de comunicação brasileiros têm a prática de defenderem um jornalismo “isento”, ou seja, que não defende lados e que, aparentemente, analisa os fatos sem nenhum “viés”.

Primeiramente: todos têm um viés e todos acreditam em alguma coisa. O jornalista que se diz isento pode acreditar na esquerda (Estado assistencialista) ou na direita (Estado mais enxuto), só que não dirá isso nos seus textos. Isso significa que tentarão, de algum modo, induzir o leitor para o seu ponto de vista sem, no entanto, falar para quem os lê de que lado eles estão.

Isso é desonestidade.

O Piauiense tem uma proposta diferente. Nós não somos um portal de notícias. Nosso objetivo não é dar informações quaisquer para nossos leitores, mas sim analisar as notícias que saem nos outros meios de comunicação e interpretar, junto com nossos seguidores, as informações que recebemos todos os dias.

Nós temos um lado!

Sim. Como já falamos em várias postagens, defendemos um viés conservador em costumes e liberal na economia. Porém, não temos candidato, apesar de saber que existem candidatos como Jair Bolsonaro e João Amoedo que defendem, com suas diferenças, uma ou outra das bandeiras que acreditamos.

Acreditamos que devemos criar núcleos civis fortes na sociedade, sem nenhum partidarismo político e sem ligação com nenhum governo. Isso é o que buscamos fazer do Piauiense. Uma entidade de comunicação que não recebe dinheiro público e pretende expor, com clareza, interpretações de notícias.

Por outro lado, acreditamos que o Brasil e, principalmente, o Piauí, estão fartos de políticas esquerdistas como: Estado inchado, altos impostos, assistencialista ao cúmulo da corrupção entre outras coisas que, para nós, são práticas de TODOS os governos brasileiros, inclusive do Regime Militar que, se não foi esquerdista, certamente foi bastante intervencionista. Acreditamos que essas práticas levaram à destruição total da alta cultura no Brasil, de uma economia sem personalidade, que não consegue ser nem socialista e nem capitalista e o pior: que não se desenvolve adequadamente.

Moralmente e economicamente, o Brasil é vergonhoso.

Seremos sempre mais críticos com POLÍTICOS CONDENADOS NA JUSTIÇA e quem prega que políticos devem aumentar o poder sobre as pessoas (inclusive com mais impostos). Não adianta: é impossível não ter lados, se você tem uma cabeça e considera algo como certo ou errado.

O nosso lado é ser honesto sobre nossas posições com nossos leitores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *