O Piauiense recebe intimação de candidato Leonardo Eulálio por matéria de 2017

Em 2017, o portal GP1 – assim como outros portais de notícias – veicularam uma matéria que mostravam diversas denúncias contra o candidato Leonardo Eulálio. As notícias estão disponíveis no Google para quem pesquisar.

O Piauiense, como faz todas as quintas-feiras, realiza o #TBT para mostrar notícias antigas que falam sobre o passado dos candidatos ou de políticos eleitos do Piauí. Já revelamos denúncia que Robert Rios mandou colocar silicone na esposa com dinheiro público em 2011, já mostramos um caso de homicídio envolvendo o vereador Luís André em 2014, já mostramos Ciro Nogueira xingando Bolsonaro em 2017. Enfim, são notícias que fazem parte da história política do Piauí.

Leonardo Eulálio, médico que foi expulso da presidência da Unimed por determinação judicial, não aceita que o passado seja mostrado. Por isso, ele processou o Facebook e, agindo de má-fé, mentiu que não sabia quem eram os donos da página e que se tratava de uma página anônima (ele sabia, já que é amigo pessoal de Fábio Abreu, que persegue a nossa página há anos).

Por isso, a justiça determinou a exclusão da publicação e solicitou a alteração – quando soube não se tratar de uma página anônima – do polo passivo para o proprietário da página O Piauiense.

Por isso, mais uma vez, eu digo: pesquisem sobre seus candidatos. É isso o que eles estão fazendo. Eles querem esconder o passado. Leonardo Eulálio não quer que você pesquise no Google pelo o seu nome e pelos seus processos. Enquanto isso, ele pede seu voto afirmando ser um bom candidato.

MATÉRIA DO GP1 SOBRE LEONARDO EULÁLIO

CLIQUE AQUI PARA LER O PROCESSO COMPLETO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *