Ministério Público abre investigação contra Fábio Abreu por desvio de recursos e abuso de poder econômico

O Ministério Público do Piauí abriu uma investigação contra o deputado federal e pré-candidato à Prefeitura de Teresina, Fábio Abreu, para apurar possíveis condutas ilícitas e abuso de poder econômico por parte do parlamentar.

De acordo com o documento, a Secretaria de Segurança do Piauí, sob comando de Fábio Abreu, alugou um imóvel no valor de R$ 25.000/mensais da Imobiliária Lima Aguiar, empresa do seu amigo íntimo Guilherme José Lima. O imóvel, localizado entre a rua Clodoaldo Freitas e a Rua Rui Barbosa, onde deveria funcionar delegacias especializadas nunca foi utilizado – o que poderia caracterizar desvio de recursos públicos.

O contrato de locação foi realizado sem licitação, assinado no dia 8 de fevereiro de 2017 e os valores pagos pelo aluguel, há 3 anos, estão sendo usados como Caixa 2, com o objetivo de usar na campanha eleitoral municipal desse ano, em benefício do candidato Fábio Abreu Costa.

Confira o documento completo clicando aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *