Empresário pede R$ 180 mil de danos morais a Firmino Filho

O empresário Luciano Carvalho está pedindo uma indenização de R$ 180 mil para o prefeito Firmino Filho por danos morais. Segundo Luciano, o prefeito o acusou, sem provas, de estar presente no buzinaço que aconteceu no dia 1 de junho, em frente a casa do prefeito.

“Eu tenho um vídeo comprovando que eu não estava no dia e no horário em frente a casa do prefeito. Mas por que ele me escolheu? Não foi aleatório. Eu fui escolhido porque eu era, entre os que criticavam o prefeito, o que mais chamava atenção. Firmino me escolheu para mandar um recado intimidatório para os outros manifestantes”, declarou o empresário.

Para Luciano, a tentativa de intimidação funcionou, já que ninguém mais quis fazer nenhuma manifestação e até as críticas ao prefeito diminuíram à época.

Luciano divulgou um vídeo, na última segunda-feira (24/08) que demonstrava que ele estava no bairro Saci no dia e horário da manifestação.

ENTENDA O CASO

As decisões do prefeito Firmino Filho de fechar o comércio em Teresina por conta da pandemia culminaram em uma série de manifestações contra a Prefeitura. Um grupo de empresários realizou, no dia 1º de junho, um buzinaço na porta da casa do prefeito.

Firmino então processou os empresários Luciano Carvalho e André Baía que, segundo o prefeito, lideraram o movimento em frente à sua residência. À época, a justiça proibiu novas manifestações no local.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *