Câmara de Floriano proíbe entrada da população antes de votação polêmica. Determinação é ilegal.

A Câmara de Vereadores de Floriano determinou que as sessões ordinárias serão fechadas para a população. O objetivo é impedir o acesso da sociedade durante a votação que ocorre nesta segunda-feira sobre a venda de imóveis na cidade.

No ano passado, o mesmo projeto foi proposto pelo prefeito Joel Rodrigues, mas com a pressão popular, ele foi retirado de pauta. O objetivo é vender prédios do município como a antiga rodoviária, o centro de zoonoses entre outros. Joel quer fazer caixa para a prefeitura para usar em proveito próprio.

A medida da Câmara Municipal de Floriano é ilegal, já que fere diretamente a Lei de Acesso à Informação e as Leis de Transparência. Enquanto os vereadores e secretários fazem aglomerações na própria Câmara de Vereadores e secretários como Bento Viana vão aglomerar em cidades como Fortaleza, o argumento da pandemia não é mais aceitável.

O Piauiense convoca todos os florianenses a irem na Câmara durante a sessão, que começa hoje às 18h, e entrarem no prédio público mesmo com a proibição. Não aceite esse tipo de proibição criminosa contra o povo. Eles não estão preocupados com sua saúde, eles querem votar nesse projeto criminoso que vai dar mais dinheiro para o projeto político de Joel Rodrigues.

Florianenses, chegou a hora de fazer valer a sua voz.